Associação das Micro Cervejarias Artesanais de Santa Catarina

Author: ACASC Associaçao das Micro Cervejarias Artesanais de Santa Catarina

Acasc comemora aprovação no Senado da inclusão das cervejarias artesanais no Supersimples

Foi aprovada na noite de quarta-feira (22), no Senado, as alterações no chamado Supersimples. O conjunto de leis que reduz a burocracia e a carga tributária para micro e pequenas empresas inclui, pela primeira vez, a categoria de cervejas artesanais entre as beneficiadas.

O presidente da Associação das Micro Cervejarias Artesanais de Santa Catarina (Acasc), Carlo Lapolli, diz que é um passo fundamental para o reconhecimento da atividade e viabilização de novos negócios do segmento. “Passamos a ser vistos pelo poder público, o que é um grande avanço se considerarmos que hoje pagamos os mesmos impostos das cervejarias comerciais que faturam mais e têm entre os seus investidores grupos econômicos fortíssimos”, comenta.

O lamento da categoria, no entanto, fica por conta da redução do teto do faturamento para R$ 4,8 milhões ao ano. A proposta inicial era R$ 14 milhões. De acordo com Lapolli, essa alteração torna inviável a adesão de mais de 80% das cervejarias. “Embora sejam negócios de pequeno porte e com produção reduzida, os custos envolvidos são altos – dos ingredientes aos insumos básicos – e o faturamento acompanha essa realidade”, diz o executivo.

Agora, o projeto retorna para a Câmara dos Deputados para avaliação das alterações no texto e depois segue para sanção presidencial. “É uma vitória que inicia um novo ciclo de batalhas e de trabalho para as entidades. Vamos buscar aproximar os representantes do setor para pleitear novos benefícios”, comenta.

Santa Catarina recebe 11 medalhas no South Beer Cup e marca de Treze Tílias é eleita cervejaria do ano

Do dia frio em Curitiba (PR) chegou uma notícia empolgante para o setor cervejeiro em Santa Catarina: marcas do estado levaram 11 medalhas no South Beer Cup, maior concurso da América do Sul de cervejas. A Bierbaum, de Treze Tílias, acumulou cinco prêmios e foi eleita a melhor cervejaria do ano em 2016.

Para o presidente da Associação das Micro Cervejarias de Santa Catarina (Acasc), Carlo Lapolli, o resultado é reflexo de muito trabalho. “As nossas marcas estão esforçadas em fazer bons rótulos, processos mais eficientes. Este é um momento ímpar”, comenta. “As premiações revelam ainda que cervejarias com cerca de 10 anos continuam investindo e que as novas marcas, que surgiram nesta nova onda deste mercado, há quatro anos, já chegaram com um índice de qualidade muito alto”, acrescenta.

Foram premiadas: Bierbaum (Treze Tílias), Bierland (Blumenau), Cerveja Blumenau (Blumenau), Dom Haus (Araquari), Lohn Bier (Lauro Muller), Patrona (Caçador) e Saint Bier (Forquilinha). “Esse é outro ponto curioso. A cultura cervejeira está distribuída em várias regiões do estado”, destaca Carlo.

Os rótulos com medalhas são: Bierbaum Keller (prata), Bierbaum Doppelbock (ouro), Bierbaum Bock, (prata), Bierbaum Vienna (bronze), Bierbaum Weizen Rauchbier (prata), Bierland Prosa (ouro), Cerveja Blumenau Frida (ouro), Dom Porre (bronze), Lohn Bier Carvoeira (bronze), Patrona Weizen (ouro) e Saint Bier Stout (bronze).

Bierbaum: destaque merecido
Fundada em 2004 por irmãos, a Bierbaum somava, até antes da South Beer Cup, 36 medalhas para os seus 12 rótulos. Tem como uma das características da marca a proximidade com a tradição: fica localizada junto a um restaurante tradicional em Treze Tílias (SC) e mantém as suas receitas de acordo com a Lei Alemã da Pureza.

Carlo destaca que a Bierbaum é respeitada no Brasil inteiro e teve um papel importante na disseminação da cultura cervejeira para o interior de Santa Catarina. “A marca é uma das que elevam a auto-estima catarinense ligada a cerveja. Estamos muito orgulhosos desta conquista”, finaliza.